UM LAMENTO POR ADÔNIS (WHO MOURNS FOR ADONAIS) 22 de setembro de 1967

escrito por Gilbert Ralston / dirigido Marc Daniels / música de Fred Steiner

A "mão" gigante de Apolo segura a Enterprise.Data estelar 3468.1: Nas proximidades do planeta Pollux IV, a Enterprise depara com uma gigantesca "mão" que "segura" a nave. A "mão", na verdade, é uma forma de energia pertencente a um ser que se identifica como o deus Apolo, o último sobrevivente de um grupo de viajantes espaciais que visitou a antiga Terra e o Monte Olimpo. Ele chama a tripulação da Enterprise de seus "filhos" e declara que a partir daquele momento todos irão viver em Pollux IV e adorá-lo. Apaixona-se pela tenente Carolyn Palamas, despertando a ira de Scott, que também está interessado na moça. Apolo, porém, tem poderes especiais, como lançar raios pelas mãos e crescer até a altura que desejar.

Kirk ordena à tenente Palamas que rejeite o amor de Apolo. Em seguida, usando phasers da Enterprise, destrói o templo do "deus", onde estava a fonte de energia para seus poderes. Diante da perda de seus "adoradores" e da mulher amada, Apolo abandona sua existência física para se unir aos outros deuses.

Apolo se agiganta diante da tripulação da Enterprise.

Apolo ataca Scott.

Apolo apaixona-se por Carolyn.

Elenco convidado: Michael Forest (Apolo), Leslie Parrish (Carolyn), John Winston (Tenente Kyle)

Página Inicial